Importar um carro: Saiba como em 6 passos


12 Set |

Está a ponderar comprar um carro no estrangeiro e importá-lo para Portugal? Se sim, fique a saber como fazê-lo em 6 passos com o Dinheiro Contado!

6 Passos para importar um carro


O transporte para Portugal

Tem duas opções de transporte:
  • Conduzir o carro até Portugal – Se optar por esta solução tem que ter em atenção a um pormenor importante, tem que adquirir um pacote de matrícula e seguro temporário;
  • Contratar uma transportadora – Se optar pela transportadora, analise todas as empresas de transporte de carros e escolha a que tiver o melhor rácio entre qualidade e preço. 


Inspeção

A inspeção automóvel é um passo obrigatório no processo de legalização do veículo. Esta inspeção vai avaliar se as características da viatura correspondem ao documento que trouxe da mesma.
 

Documentos obrigatórios

Para importar um carro há alguns documentos obrigatórios que terão de acompanhar o carro:
  • Certificado de matrícula estrangeiro ou equivalente;
  • COC – Certificado de conformidade europeu – que é emitido pelo fabricante;
  • Fatura do stand ou declaração de venda particular;
  • Guia de transporte e a fatura – se contratar uma transportadora. 


Homologação do veículo

Outro passo importante é a obtenção do número de homologação nacional. O número de homologação nacional obtém-se junto do IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes) e terá que preencher o modelo 9. Este processo não tem custos associados.
 

DAV e ISV

Depois de completar os 4 passos anteriores, tem que preencher a DAV (Declaração Aduaneira de Veículo) na alfândega. Não se esqueça de levar os seguintes documentos:
  • Certificado de matrícula estrangeiro;
  • COC;
  • Fatura ou declaração de venda;
  • Guia de transporte – caso tenha contratado uma transportadora.
Após o preenchimento desta declaração terá acesso ao valor que terá de pagar de ISV (Imposto Sobre Veículos). Este valor pode ser pago em qualquer caixa multibanco, nas Finanças ou através do site online do seu banco.
 

Matrícula e Documento Único Automóvel

Por fim, é atribuída uma matrícula nacional ao automóvel que é registada na DAV. Agora, com a DAV e a matrícula, pode circular com o veículo por um período de 60 dias. No entanto, é importante que adquira um seguro para o carro. Neste período de circulação tem que requerer o Documento Único Automóvel no IMT e o mesmo terá um custo de 45€.

Se ainda tem dúvidas sobre algum dos passos leia atentamente o documento sobre a regularização fiscal de veículos.
 
 
Se o seu desejo é importar um carro, agora pode fazê-lo seguindo estes simples 6 passos!


Veja também:

Categoria: Carros

Artigos relationados

Comentários