Aprenda a escolher a conta poupança certa


15 Set |

Se está a pensar abrir uma conta poupança mas não sabe como escolher a indicada para si, siga os conselhos que o Dinheiro Contado tem para si e escolha a conta poupança certa.

Como escolher a conta poupança certa

Escolher uma conta poupança não é algo simples e que possa ser decidido rapidamente, há que ter em conta certos fatores para que escolha a mais adequada a si, às suas possibilidades e necessidades.
 

Reforços fixos e pontuais

A conta poupança que escolher deve ser uma que lhe permita desenvolver hábitos de poupança e, para além disto, que lhe permita fazer reforços fixos e pontuais.

Os reforços fixos vão obrigá-lo a, todos os meses, transferir parte do seu rendimento para esta conta poupança e, com o passar do tempo, irá ver este esforço a ser recompensado com uma conta poupança cada vez mais recheada.

Tendo a opção de reforços pontuais terá um incentivo para poupar mais, por exemplo num mês em que tenha tido menos despesas do que esperava, pode colocar esse dinheiro na sua conta poupança sem entraves. Desta forma, irá ver a sua conta poupança crescer a um ritmo superior ao esperado inicialmente.
 

Nunca...!

Nunca retire dinheiro desta conta poupança até atingir o seu objetivo de poupança! Se retirar dinheiro constantemente está a estragar o objetivo pelo qual a criou inicialmente. Uma conta poupança tem que ser criada com pés e cabeça: tem que ter um objetivo definido e esforçar-se por cumpri-lo, caso contrário, não vale a pena criar uma conta deste tipo.
 

A taxa! Fixa ou variável?

A decisão sobre o tipo de taxa que vai escolher depende totalmente de si.

Se for uma pessoa que gosta de algum risco pois, “quem não arrisca não petisca”, então o tipo de taxa indicada para si é a taxa variável.

Se é uma pessoa que gosta de ter segurança e saber sempre com o que pode contar, então a taxa fixa é a indicada para si.

Outra opção é misturar, ou seja, pode ter dois produtos de poupança, um com taxa variável e outro com taxa fixa.
 

Saiba escolher o banco!

Uma ideia errada que, infelizmente, muita gente segue é a de que o melhor banco para investir o dinheiro é o banco que oferece as melhores taxas e nada mais. Muito errado!

A escolha do banco deve basear-se em três fatores:
  • Custos reduzidos – Não tem sentido investir o seu dinheiro num banco que tenha uma estrutura de custos alta quando o seu objetivo é precisamente o oposto... poupar!;
  • Grande oferta de produtos financeiros – Muitos dos bancos portugueses têm uma reduzida oferta de produtos financeiros, o que vai prejudicar o seu leque de escolhas e a qualidade da escolha que tomar;
  • Consultores financeiros adequados – É importante que o banco tenha bons consultores financeiros que o ajudem nesta tão importante escolha do tipo de conta poupança certo para si. 


Crie hábitos de poupança!

Por fim, deixamos-lhe um conselho muito importante que vai além da escolha da conta poupança certa para si.

Criar hábitos de poupança no seu dia a dia é essencial para que consiga cumprir com os reforços da sua conta poupança! Com o passar do tempo vai aprendendo mais truques, alguns bem mais simples do que imaginava, e o seu esforço vai ser recompensado na poupança.
 

Escolha a conta poupança certa para si e para o seu futuro!


Veja também:

Categoria: Poupança

Artigos relationados

Comentários